Criar é um prazer, preservar é uma obrigação!

quinta-feira, 22 de março de 2012

Yorkshire uma Raça em Evolução!

Atendendo a pedidos de nossos leitores, foi liberado
A matéria abaixo sobre a raça de Canários Yorkshire
--
Yorkshire 
Desde que comecei a criar canários Yorkshire há 15 anos atrás aprendi com meu Pai, Antonio Pedrolongo renomado criador da raça York em São Paulo, a amar e conhecer os detalhes sobre este pássaro fantástico. Durante esses 15 anos ouvi muitas historias e lendas sobre a raça sua origem e seus padrões. No entanto aprendi uma coisa na escola de Medicina Veterinária: “devemos sempre questionar as informações e saber de suas fontes para melhor avaliar a veracidade das mesmas” Partindo deste pressuposto comecei pesquisar a fundo a origem da raça para conhecer e entender melhor suas características e quem sabe chegar próximo à perfeição da raça.
Foi então que cheguei ao Yorkshire Canary Club (Mother) na Inglaterra, este foi o primeiro Club de criadores dedicado a Raça no mundo. O YCC como é conhecido o Yorkshire Canary Club foi fundado em 1894 em Bradford no condado de Yorkshire na Inglaterra, por essa razão o canário recebeu o nome de canário de Yorkshire. A raça teve origem por volta de 1880 quando os criadores inglês começaram a cruzar o “Manchester" , antigo Lancashire com os canários Holandeses e produziram exemplares esbeltos, longos e elegantes que se dizia que poderiam passar por dentro de uma aliança de casamento este padrão foi Standartizado por Mr Normand e se tornou o padrão oficial da raça no YCC durante muitos anos.
A raça Yorkshire se tornou tão popular na Inglaterra que em algumas cidades praticamente em todas as ruas existiam criadores do canário York. O York, entretanto, continuava em evolução os ingleses resolveram cruzar os Yorkshire existentes com o Bossu daquela época, este novo cruzamento rendeu ao York uma posição mais eficiente e uma plumagem mais aderente e compacta. Essa nova fase da raça foi Standartizada por Mr Vowles em 1920 e então passou a ser o padrão oficial.
O padrão Vowles foi disseminado por toda a Europa e o York passou a ser apreciado em muitos paises principalmente Itália e Bélgica . O padrão Vowles ficou conhecido como padrão Continental e chegou até o Brasil onde vigorou até 2005, com os famosos “Cenorões” pois se dizia que estes York deveriam ter a forma de uma cenoura. Os ingleses ainda não satisfeitos começaram a realizar um novo cruzamento desta vez com o Norwich para render maior robustez ao nosso elegante York. O resultado deste ultimo cruzamento foi esplendoroso em longo prazo, no inicio o York perdeu um pouco de comprimento nas pernas, mas ganhou volume na cabeça, pescoço e peito, criando o conceito que chamamos hoje de “bloco cabeça, pescoço, dorso e peito”. Foi em meados de 1960 que Mr Sidney Golding desenhou o novo e mais perfeito Standard de todos os tempos para a Raça Yorkshire. O desenho do York ideal feito por Golding maravilhou todos os criadores europeus, porem parecia um tanto quanto impossível criar um pássaro que se
aproximasse de tal padrão. O chamado padrão Golding ou Yorkshire moderno foi adotado por toda a uropa após a década de 60 e alguns anos depois foi reconhecido pela COM (Confederação OrnitológicaMundial) como o Padrão Oficial para a Raça no Mundo. Durante as ultimas décadas a raça vem se daptando ao padrão Golding, que foi reconhecido pela FOB em 2005 com a 4° edição do manual de julgamento de canários de porte que trazia em sua capa a foto de um Yorkshire Golding italiano 94 pontos no campeonato mundial de então.Sem sombra de duvidas que aquela capa do manual de 2005 trouxe uma revolução na raça York no Brasil. Finalmente o padrão Golding chegara ao nosso país e uma nova etapa se iniciava na evolução da raça York desta vez no Brasil. Logicamente que estamos ainda um pouco distantes da realidade européia, pois eles já trabalham há muitos anos no padrão Golding. Não somente a Inglaterra mas principalmente a Itália chegaram a perfeição da raça York nos últimos 10 anos. A qualidade dos pássaros apresentados nos campeonatos Italianos do Yorkshire Canary Club Italiano são impressionantes. Sempre que tenho a oportunidade de visitar o Reggio Emila (maior campeonato ornitológico internacional italiano) volto maravilhado com o que existe por ali. Sendo eu um Ítalo-brasileiro fiz grandes amizades na Itália com os melhores criadores da raça e este ano conversando com um grande amigo Juiz e criador de Yorks na Itália o Sr Giuseppe Greco ele me disse a frase que uso de titulo para este artigo “O Yorkshire é uma raça em evolução”. O sentido desta frase retrata exatamente o momento que vivemos, após quase 70 anos da oficialização do padrão Golding na Europa só agora estamos conseguindo torná-lo realidade, com muito trabalho, amor e dedicação dos criadores desta raça na Europa e no Brasil. No Brasil ainda estamos um pouco mais atrasados em relação à Itália e sem duvida hoje à Turquia, mas o plantel Brasileiro vem crescendo a cada ano e a qualidade dos pássaros apresentados nos Campeonatos Brasileiros dos últimos anos é muito melhor do que há tempos atrás. Esta explosão da raça de 2005 pra cá me motivou a fundar em 2010 o Yorkshire Canary Club do Brasil que reúne os maiores criadores da raça hoje em nosso país todos unidos com o mesmo espírito de desenvolver, difundir e aprimorar a raça Yorkshire no Brasil. Na figura 1 podemos ver claramente a evolução do York ao longo de um século de historia em 1894 com o padrão Normand em 1920 com o padrão Vowles e a partir de 1960 o padrão Golding que podemos observar na figura 2 e que é sem duvida o padrão mais fascinante até hoje. No ano passado a 5° edição do manual de julgamento de canários de porte da FOB/OBJO ratificou o padrão Golding como sendo o nosso padrão oficial no Brasil. Por essa razão é importante que todo criador brasileiro tenha em sua casa o manual 2010 5° edição para se orientar sobre as características que deve buscar sobre a raça, para melhor desenvolver esta que é uma das mais lindas raças de canários do mundo.

Figura 3. modelo desenvolvido pelos Ingleses.


Figura 1. Gráfico comparativo da evolução do Yorkshire.


Figura 2. Standard Yorkshire oficial COM
Desenhado por Golding em 1962.

Agradecimentos: Visite o meu Blogiste - Em Manutenção
- Dr.Bruno Pedrolongo, Medico Veterinário
Criador de canários Yorkshire, fundador e Presidente do Yorkshire Canary Club do Brasil
- Clube dos Canários de São Paulo®

seja o primeiro a comentar!

Biblioteca » Completa de Postagens e Artigos

Postagens populares

Desenvolvido por Antonio Silva ^