Criar é um prazer, preservar é uma obrigação!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Algumas doenças em Psitacídeos

Vermes
► Verminose 
As verminoses são comuns e podem causar a morte das aves. Os nematóides (vermes redondos) mais comuns e mais patogênicos para os psitacídeos são o Ascaris e a Capillaria, que parasitam o sistema digestivo (intestino principalmente). Aves com verminose podem não apresentar sinais clínicos (sintomas) se a infestação for baixa. Outras aves apresentam emagrecimento, má absorção do alimento, crescimento retardado nos filhotes, diarréia, fezes escuras e sanguinolentas e morte. Grande quantidade de Ascaris pode causar obstrução do intestino e morte. Tênias de aves também podem ser diagnosticadas nas aves doentes e fracas. O diagnóstico das verminoses é feito pelo exame microscópico de fezes, que deve ser solicitado a um veterinário. A desverminação deve ser feita anualmente ou conforme orientação veterinária. Os vermífugos utilizados são os mesmos usados em humanos e animais domésticos, o que muda é a dose e freqüência da aplicação do vermífugo. A sobredose de anti-helmínticos pode causar intoxicação.
► Doenças respiratórias
As infecções respiratórias ocorrem principalmente em papagaios desnutridos e mantidos em regiões frias. A deficiência de vitamina-A e outros nutrientes deixa a mucosa do sistema respiratório mais sensível a infecções por bactérias, fungos, vírus ou protozoários. A fumaça de cigarro e outras fumaças tóxicas predispõem as aves às doenças respiratórias. As infecções podem ser do trato respiratório superior (rinite, sinusite, traqueíte) ou do trato respiratório inferior (bronquite, pneumonia, aerosaculite) ou disseminada (tanto trato respiratório superior como inferior) .
Se a infecção estiver no trato aéreo inferior, consideramos mais grave e é necessário tratamento veterinário imediato. O prognóstico, tempo de tratamento e medicamentos a serem utilizados dependem da gravidade da infecção e do agente envolvido. Infecções por fungos, como a aspergilose, são graves e de difícil cura se estiverem avançadas. A clamidiose (ver zoonoses) é uma doença relativamente comum em psitacídeos e pode causar sinais respiratórios nas aves. Os sintomas das doenças respiratórias incluem perda de apetite, apatia, penas arrepiadas, sonolência, corrimento nasal, espirros, seios nasais (face) inchados, olhos úmidos, mudança da voz, respiração ruidosa, dispnéia (dificuldade em respirar), respiração balançando a cauda, respiração com a boca aberta e perda de penas ao redor dos olhos, face e testa. O tratamento depende do diagnóstico. È incorreto achar que o simples ato de fornecer antibióticos vai resolver o problema. Se a infecção não for bacteriana, o antibiótico não tem utilidade alguma. Além disso, o tipo de antibiótico, a dose e a forma de aplicação deve ser correta, estabelecida por um veterinário. Dar antibióticos na água é perda de tempo, pois normalmente os psitacídeos doentes não bebem água com medicamentos, pois o gosto não é agradável ou eles consomem a água com medicamento em quantidade insuficiente para curar. Aves mantidas corretamente e bem nutridas são mais resistentes às infecções respiratórias. 
► Aspergilose
A aspergilose é a doença causada pelo fungo Aspergillus sp (principalmente o Aspergillus fumigatus). Este fungo pode aparecer como saprótitas no organismo, ou seja, não fazendo mal algum ao hospedeiro. Mas podem vir a causar doença respiratória fulminante nas aves, principalmente em aves debilitadas e com a imunidade reduzida. A doença pode ser aguda ou crônica. A forma crônica é a mais comum nos papagaios cativos. O fungo desenvolve-se nos pulmões, sacos aéreos e outros órgãos respiratórios, podendo levar à formação de granulomas (massas inflamatórias e necróticas), que podem ser vistos no raio-x. Os sintomas variam, mas podem ser emagrecimento, dispnéia (dificuldade respiratória), taquipnéia (respiração acelerada), prostração, perda de apetite, mudança da voz, diarréia, depressão e sinais nervosos. O diagnóstico é feito por exames clínico e laboratorial. 
► SINTOMAS NAS AVES: PSCITACOSE
O período de incubação da doença nas aves pode variar de 3 a 106 dias. Os sintomas podem ser distinguidos em forma serosa ou respiratória, digestiva ou na forma mista. Observa-se, portanto, dependendo da forma que a doença se manifesta, sonolência, debilidade, falta de apetite, eriçamento das penas, diarréia com intensidade diversa.Após emagrecimento progressivo e caquexia, os animais morrem, freqüentemente com sintomas de paralisia no prazo de uma a duas semanas. Também ocorrem mortes súbitas sem sintomas prévios da doença. Um animal doente pode ser curado, mas continua portador eliminando o agente por meses. O tratamento de escolha é à base de antibióticos.
► RECOMENDAÇÕES FINAIS:
O modo mais eficiente de saber a saúde da sua ave e ter maiores chances de sucesso no seu tratamento e observar diariamente o comportamento da ave. Qualquer alteração por minima que seja pode ser útil para diagnosticar uma doença no seu inicio.
O que você deve observar ?
  • Se a ave está trocando de pena !
  • Se a ave respira normalmente !
  • Se a ave está se alimentando normalmente !
  • Se a ave está brincando ou cantando normalmente !
  • Se a ave dorme demais / sonolenta !
  • Se os excrementos (fezes) estão normais em volume,consistência e cheiro.
  • Se aparência da ave apresenta qualquer alteração.
Não são todos, mas posso dizer que são os principais e em caso de qualquer alteração eu recomendo que a ave seja encaminhada aos cuidados de um profissional habilitado (veterinário) e com uma certa experiência no trato de aves exóticas e silvestres.
Claro que muitos não tempo para observar esses detalhes diariamente, mas recomendo  que façam periodicamente com intervalos pequenos, pois podem fazer a diferença entre a vida e a morte na recuperação de uma doença em estagio avançado. 

Agradecimentos:

seja o primeiro a comentar!

Biblioteca » Completa de Postagens e Artigos

Postagens populares

Desenvolvido por Antonio Silva ^